Programa de Vivência Ambiental reúne mais de 1,5 mil pessoas POR ANO na Ilha de Porto Belo

Crédito da foto: Divulgação Ilha de Porto Belo

Cenário de belas paisagens, a Ilha de Porto Belo é também recanto da fauna e flora brasileiras. Em seu entorno, na baía de mesmo nome, há ainda uma intensa atividade marinha. Elementos mais do que especiais para vivenciar um verdadeiro laboratório natural vivo diante dos olhos. E é durante o período de baixa temporada que as atividades do Programa de Vivência Ambiental ganham força. Por ano, são recebidas mais de 1,5 mil pessoas, de diferentes faixas etárias e cidades brasileiras, que vêm em busca de conhecimento e experimentação prática sobre o dia a dia da natureza.

 

O projeto que ocorre por agendamento prévio já recebeu visitantes de praticamente toda Santa Catarina, além de municípios do Paraná e do Rio Grande do Sul. Os visitantes (sejam eles estudantes, professores, profissionais ou a comunidade) conhecem as atrações naturais e culturais do empreendimento e arredores. A programação dura cinco horas, entre 8h30min e 13h30min, e são necessários grupos mínimos de 30 pessoas.

 

Os grupos participam de uma programação que inclui passeio de escuna, caminhada ecológica guiada pela trilha da “Pedra da Cruz”, visita ao sítio arqueológico da Ilha de Porto Belo, ao Ecomuseu Univali, aula de Biologia Marinha, contato com espécies marinhas, relação direta com as belezas naturais da Ilha e almoço tipo bufê livre no continente.

 

O administrador do empreendimento, Alexandre Stodieck, destaca que o passeio de escuna vai além do translado do continente até a Ilha. “É feita uma visita à baía de Caixa D’Aço, um dos mais belos recantos da região”, afirma. Ele comenta que a curiosidade do nome está relacionada a um fato histórico. Em 17 de fevereiro de 1777, o almirante inglês, comandante de uma frota portuguesa, Robert MacDowall, refugiou-se na enseada para evitar o combate com uma esquadra espanhola de 116 naus, comandada por Pedro de Cevallos Cortéz y Calderón que, após vasculhar a área e nada encontrar, seguiu com suas embarcações para a Ilha de Santa Catarina, atual Florianópolis. MacDowall, então, referiu-se ao local como um lugar tão seguro quanto uma “caixa de aço”.

 

A programação contempla ainda visita ao sítio arqueológico da Ilha de Porto Belo, para observação de gravuras rupestres de mais de quatro mil anos. Pesquisadores apontam que estes desenhos tenham sido feitos pelos Homens de Sambaqui, pelos Jês Meridionais (Kaigang e Xokleng) ou ainda pelos dois povos. As gravuras podem ter servido para marcar território ou indicar um lugar de ritual, entre outras hipóteses ligadas ao cotidiano dessas populações. “De uma maneira geral, o programa Vivência Ambiental da Ilha de Porto Belo recebe grupos escolares para day use, com o objetivo de oferecer a experimentação de conteúdos da sala de aula ao ar livre. Desta forma os alunos podem ver, sentir e entender, na prática, como o meio ambiente funciona e como é vital a preservação”, salienta o administrador do empreendimento.

Como funciona?

Através de agendamento prévio pelo e-mail contato@ilhadeportobelo.com.br.

 

 

 

O que o programa inclui? 

 

  • Passeio de escuna pela baía de Porto Belo;

  • Caminhada ecológica guiada pela trilha da “Pedra da Cruz”;

  • Visita ao sítio arqueológico da Ilha de Porto Belo;

  • Visita ao Ecomuseu Univali;

  • Aula de Biologia Marinha;

  • Contato com espécies marinhas (invertebrados);

  • Contato direto com as belezas naturais da Ilha;

  • Almoço tipo bufê livre no continente (opcional).

SIGA A VIP SHORE

  • Facebook
  • Instagram

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Centro Empresarial Sibara

Avenida Brasil, 1500, sala 317

Centro | Balneário Camboriú

88.330-901

  • YouTube - Black Circle
  • instagram.com/vipshore
  • Facebook - Black Circle

CONTATO:  (47) 3264.9639  |  3361.0191   |   3398.3820   |   9936.0147