Buscar
  • Vip Shore

A eternidade do aço

Atualizado: 22 de Fev de 2019


Diante dos milhões de canudos de plástico jogados na natureza e, principalmente, nos oceanos, ameaçando a vida marinha, o artista plástico Reiner Wolff decidiu fazer a sua parte: criou canudos de aço reutilizáveis, higiênicos, sustentáveis e eternos. Graduado em Belas Artes, marceneiro e microempresário; alemão de nascimento e brasileiro por adoção, está há 30 anos em Balneário Camboriú/SC, Reiner conta sua trajetória nesse novo projeto - o EcoWolff - que iniciou há pouco mais de um ano.



Reiner começou sua produção com alumínio, pois trabalha com esse material como artista plástico e dispunha de retalhos de formas variadas e bitolas diferentes em seu ateliê. A iniciativa partiu da proibição do uso dos canudos plásticos em diversos países do mundo o que o levou à experimentação. No entanto, o artista percebeu que houve uma certa rejeição com o alumínio e, diante disso, decidiu trabalhar com aço inox 304 – que é específico para alimentação. “Hoje, 90% da minha produção de canudos é em aço inox, e 10% ainda em alumínio, pois há pessoas que pedem nesse material”, explica.


Segundo ele, a matéria-prima pode ser reciclada, pois recortes e peças de alumínio e aço inox podem ser reutilizados sem problema algum. Sua produção ainda é artesanal - cortando, lixando, escovando e polindo cada peça. Para pedidos maiores, no entanto, o artista explica que consegue passar para um processo semiartesanal. “Mas somente numa pequena parte dos pedidos”, revela.


Especificações


Os canudos produzidos pela EcoWolff têm bitolas de seis ou oito milímetros, a maioria com 21 cm de comprimento, retos ou curvados, mas podem ser encomendados com tamanhos diferentes, como canudos menores para caipirinha, por exemplo. A personalização é feita com gravação do nome da empresa ou da pessoa a laser, com um custo extra, mas bastante acessível, conforme explica o artista, especialmente para pedidos acima de 50 peças.




Quanto à higienização, o fabricante orienta passar água corrente a cada uso e a escovinha de cerdas de nylon que não arranha os canudos por dentro. “A escovinha tira os restos de açúcar, muito presente em bebidas como sucos, energéticos e refrigerantes, por isso é bom sempre usar para tirar algum depósito que tenha ficado no interior do canudo, que também pode ir na máquina de lavar louça. Uma vez por semana, é bom deixar de molho numa água morna com vinagre de maçã”, ensina.


Atualmente, os canudos de aço da EcoWolff podem ser encontrados em lojas de Balneário Camboriú, como a Queen´s Bakery, por exemplo, que está revendendo os canudos personalizados com a sua logomarca e no restaurante Hortelã Pimenta, na praia dos Amores. “A reação do público foi muito positiva. O primeiro que fiz pra mim postei numa rede social e as pessoas já começaram a pedir. Comecei a fazer muitos, a dar de presente, a vender, e as pessoas pediram a bolsinha, a escovinha. Hoje temos um kit completo, um combo, com o canudo, a escovinha e a embalagem em algodão cru ou polipropileno com fecho para levar em qualquer lugar”, completa Reiner Wolff.




Fotos: Divulgação

29 visualizações
Logo Cuidar .jpg
Logo Salesiano -Itajai.png
1.jpg
enio logotipo.png
wizard.png
forsafe LOGO.jpg
Logo Porto Grill.png
logo REMAX.jpg
sakai logo.jpg
VJP_NÁUTICA_logo.jpg

Centro Empresarial Sibara

Avenida Brasil, 1500, sala 317

Centro | Balneário Camboriú

88.330-901

  • YouTube - Black Circle
  • instagram.com/vipshore
  • Facebook - Black Circle

CONTATO:  (47) 3264.9639  |  3361.0191   |   3398.3820   |   9936.0147