O mundo encantado dos livros

Foto: Pixabay.com

Você incentiva o seu filho a ler? Além de ampliar a visão de mundo, das relações e o vocabulário, os livros estimulam a imaginação. Através de suas histórias ensinam, mostram outras realidades, fazem sonhar. E para comemorar sua importância na formação pessoal dos indivíduos, em 18 de abril passou a ser celebrado o Dia Nacional do Livro Infantil. Esta data foi escolhida em homenagem ao nascimento de um dos maiores escritores de literatura infantil do Brasil, Monteiro Lobato. Para falar mais sobre o assunto, a Vip Shore conversou com a doutoranda em Educação pela Universidade do Vale do Itajaí (Univali) e Coordenadora do Projeto ContArte/Proler da Univali, professora Cleide Pareja.

 

Segundo Cleide, desde os dois meses de vida já é possível introduzir a criança no mundo da leitura. “Pode-se pegar o bebê no colo, colocar o livro em sua frente e contar histórias”, afirma. Já aos três ou quatro anos, a professora comenta que a própria criança pode segurar os livros e apreciá-los. “Quanto mais cedo uma criança escuta palavras de variados campos semânticos e fonéticos, mais repertório ela terá, tanto em conversações, quanto em atividades escolares, consequentemente, também desenvolvendo boas habilidades ortográficas e a escrita”, destaca.

 

Em relação ao tempo dedicado à leitura, é a criança quem deve determinar quanto ficará envolvida com os livros - sempre levando em consideração se está ou não interessada pela história. Segundo a professora, há alguns momentos que podem ser mais propícios para a leitura, como, por exemplo, o período da noite. Neste caso, os pais podem incentivar o envolvimento do filho com os livros antes de dormir.

 

Aliás, o incentivo é muito importante para que as crianças estabeleçam uma relação positiva com os livros. Por isso, é fundamental que pais e professores se dediquem a apresentar este mundo ao público infantil. Cleide recomenda que os adultos também ajudem, por exemplo, a organizar o tempo das crianças, assim elas aprendem qual é o horário para cada atividade que devem realizar. “Escolher horários para um e outro recurso é fundamental. Agora é hora da leitura, agora é hora do jogo ou história no celular”, ressalta. Aos pais, também cabe ler aos filhos e presenteá-los com livros. “O incentivo, a escolha de uma obra de qualidade e a regularidade na oferta são o grande segredo do sucesso em transformar as crianças em leitores”, finaliza.

 

É hora de ler!

 

A educadora Cleide Pareja listou quatro autores que irão transportar seus filhos para outro mundo, fazendo com que sonhem e libertem sua imaginação. Confira!

 

Ziraldo

 

Ele é desenhista, cartunista e escritor, e criou a revista brasileira em quadrinhos “A Turma do Pererê”. Em 1980, lançou o livro infantojuvenil “O Menino maluquinho” - obra que encanta milhares de crianças e serviu de inspiração para peças de teatro, filme, quadrinhos e seriado de TV.

 

Ruth Rocha

 

A escritora brasileira de livros infantis é membro da Academia Paulista de Letras. Sua obra mais conhecida é Marcelo, Marmelo, Martelo. Foi agraciada com o prêmio Jabuti pelo livro “Escrever e Criar”.

 

Maurício de Sousa

 

O autor brasileiro de histórias em quadrinhos possui 200 personagens. Foi ele quem criou a Turma da Mônica, obra que alegra e fascina milhares de crianças em todo o mundo.

 

Ana Maria Machado

 

Uma das escritoras de maior destaque no Brasil, seu primeiro livro infantil publicado foi Bento-que-bento-é-o-frade. Com a obra, ela recebeu um prêmio da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil – FNLIJ.

 

Que tal ouvir uma história com o seu filho antes de dormir? Clique no botão de áudio abaixo e encante-se com a história da Chapeuzinho Vermelho!

A Chapeuzinho Vermelho -
00:00 / 00:00

SIGA A VIP SHORE

  • Facebook
  • Instagram

Centro Empresarial Sibara

Avenida Brasil, 1500, sala 317

Centro | Balneário Camboriú

88.330-901

  • YouTube - Black Circle
  • instagram.com/vipshore
  • Facebook - Black Circle

CONTATO:  (47) 3264.9639  |  3361.0191   |   3398.3820   |   9936.0147